A Infantilidade da Esquerda Pós Moderna


Bolsonaro está eleito.
Pensávamos que seria uma vitória muito turbulenta. Queima de pneus nas ruas, vidraças de bancos quebradas, ônibus incendiados... Nada disso ocorreu, mas ao entrar nas redes sociais você dará de cara com a "resistência" (risos).
Não, não a de chuveiro mas sim pós adolescentes que estão passando pela primeira rejeição na vida: o presidente não é o que eu quero!
Ao invés de agir de forma madura, esperando o melhor desempenho do novo presidente para o bem de todos, a esquerda pós moderna se limita em chorar e dar chilique. São pessoas infantis, depressivas, inseguras e acima de tudo mimadas.
Além de trágico é cômico. Nada como ver moleques de classe média, pseudo intelectuais achando que estão nos anos 60. E logo após postar no Facebook "resistiremos na ruas" sua mãe bate na porta do quarto e traz seu copo de leite.

Como diria o saudoso e brilhante Paulo Francis:

O único país que leva o comunismo a sério é no Brasil. E é tudo bafo de boca. No primeiro tiro sai todo mundo correndo.


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.